Comunicação | Notícia
SELECT * FROM `n_noticias` WHERE `num`='2105'
NOTÍCIAS - Câmara de Vereadores de Caçapava do Sul - atualizado em 29/11/2018 15:15
Executivo solicitará aos vereadores autorização para contratar cerca de 50 pessoas na área de educação
Tamanho da Fonte: a-  A+

Na manhã desta quinta-feira, dia 29, o Secretário de Educação do Município, Aristides Costa, acompanhado da sua equipe técnica e da Secretária Geral do Município, Cassia Freitas, solicitaram uma reunião com o Presidente da Comissão de Educação da Câmara, Vereador Ricardo Rosso, para tratar de possíveis contratações emergenciais para o ano que vem na área de educação. A Presidente do Sindicato dos Professores, Dolores Stell, acompanhada de membros da sua diretoria também participaram do encontro.

Segundo o Secretário, no final deste ano muitos professores irão solicitar aposentadoria porque já está fazendo 25 anos de um dos primeiros concursos públicos na área do magistério feito pela Prefeitura. Com isso, como o município não renovou o concurso público este ano, a alternativa relatada pelo Secretário é a Câmara aprovar a contratação emergencial de servidores para suprir as aposentadorias, utilizando um processo seletivo simplificado.

De acordo com a Secretaria de Educação, será necessário para 2019 suprir 01 vaga de professor de matemática, 01 vaga para professor de português, 02 vagas para professor de ciências humanas, 07 vagas para professor de Anos Iniciais, 06 vagas para professor de educação infantil, 01 vaga para professor de educação física, 15 vagas para servente, 05 vagas para monitor de educação infantil, 01 vaga de educação especial, 02 vagas para fonoaudiólogo, 01 vaga para Assistente Social, 01 vaga para bibliotecário, 02 vagas para monitor de técnicas agrícolas, 01 vaga para monitor de técnicas artesanais, 01 vaga para professor de Ciências, 02 vagas para professor de Técnicas Agrícolas e 03 vagas para professor de língua estrangeira.

Todas essas vagas  somam aproximadamente 50 pessoas, que se o Legislativo aprovar serão preenchidas por processo seletivo.

Durante a reunião os vereadores informaram que só irão se manifestar sobre o tema no momento que o projeto for protocolado na casa, mas enfatizaram a questão o concurso público que não foi renovado este ano pela Administração. “ Nós sabemos da importância de preencher as vagas em aberto na educação, mas não podemos deixar de mencionar a não renovação do concurso público, onde os aprovados poderiam ser chamados agora. Vamos receber o projeto e analisar”, enfatizou o Presidente da Comissão Ricardo Rosso.

A Presidente do Sindicato dos Professores, Dolores Stell, relatou que a entidade apoia o processo seletivo desde que um outro concurso seja programado para preencher as vagas dos contratados.

Participaram também do encontro, os vereadores membros da Comissão de Educação, Silvio Tondo, Alex Vargas e Márcia Gervásio.