Comunicação | Notícia
SELECT * FROM `n_noticias` WHERE `num`='2405'
NOTÍCIAS - Câmara de Vereadores de Caçapava do Sul - atualizado em 03/12/2019 15:51
Precariedade do Muro da escola Josefina Saldanha causa preocupação na comunidade
Tamanho da Fonte: a-  A+

Na manhã desta terça-feira, dia 03, o vereador Paulo Pereira (PDT), esteve visitando a Escola Estadual Maria Josefina Saldanha, na Coxilha São José, interior de Caçapava do Sul, para averiguar as condições do muro da escola, que divide o terreno do próprio educandário, com o salão da capela da Associação de Moradores da localidade.

Segundo o parlamentar, o muro está em condições precárias e causando risco a comunidade escolar, principalmente pelos alunos que utilizam a quadra poliesportiva, que fica junto ao muro. "A Construção que é de alvenaria está caindo, onde parte da estrutura está rachada e sendo segurada pela tela antiga que ficava em cima do muro. O risco para as crianças é eminente, principalmente os que utilizam a quadra poliesportiva, com isso, recomendei a direção que isolassem a área com uma fita amarela até o conserto ser realizado", disse o vereador.

A diretora da escola, Deise Silveira, disse que está com dificuldade para realizar o conserto do muro, principalmente pelo alto custo da mão de obra, já que o material pode ser pago de forma parcelada.

O Vereador Paulo Pereira aprovou na última sessão da Câmara um requerimento endereçado ao Ministério Público de Caçapava do Sul, para relatar o fato e pedir ajuda da Promotoria na intervenção junto a Coordenadoria Regional de Educação, com o objetivo de agilizar esta obra, que é na visão de Pereira, uma questão de segurança aos alunos.

Atualmente a Escola Maria Josefina Saldanha possuí 70 alunos, todos no ensino fundamental. O mesmo pedido enviado ao MP foi também a 13º CRE em Bagé.